Arquivo

Archive for fevereiro \27\UTC 2009

NOTISUL publica pesquisa para prefeito (a): Os números em Braço do Norte (Contexto: Pesquisa e enquete)

Pesquisa exclusiva Notisul/IPC na maior cidade do Vale mostra a intenção de voto do eleitor. Os dados foram apurados terça e quarta-feira desta semana. Foram 500 entrevistas estratificadas por bairros.

Braço do Norte

A sorte está lançada em Braço do Norte. Domingo, dois fortes grupos disputarão a preferência dos eleitores da cidade. De um lado está a coligação Com a Força do Povo, onde estão as siglas PMDB, DEM, PTB, PDR, PRB, PPS e PSB. O grupo é encabeçado pela candidata à prefeita Zalene Niehues Matos (PMDB) e Charles Bianchini (DEM), a vice. Do outro, estão os candidatos Evanísio Uliano, o Vânio (PP), que pleiteia a vaga de prefeito e Valberto Michels (PT), a vice. Eles estão a frente da coligação Braço do Norte em Boas Mãos, formado pelas siglas PP, PT e PR.
Contratado pelo Notisul, o Instituto de Pesquisas Catarinense (IPC), de Criciúma, entrevistou 500 eleitores nos 20 bairros da cidade nesta terça e quarta-feira. A quantidade de cidadãos entrevistados em cada localidade é proporcional ao número de eleitores de acordo com os dados da justiça eleitoral. Outro detalhe importante: foram coletadas as respostas somente em residências sem comprometimento eleitoral (onde não haviam placas ou faixas dos candidatos concorrentes) a fim de garantir números confiáveis (o grau de confiabilidade da pesquisa é de 95%).
Conforme a tabulação, feita ontem, há um empate técnico entre os concorrentes, já que a marge de erro é de 4,3% para mais ou para menos. Porém, o que mais chama a atenção é o número de indecisos. Na questão “espontânea”, Zalene Matos ficou com 37,2% (ou 186 votos) da preferência, enquanto Vânio Uliano tem outros 33,8% (169 votos). A diferença entre os candidatos é de 3,4%. Em contrapartida, 119 pessoas (ou 23,8% dos entrevistas) declararam não saberem em quem irão votar domingo. Outros 26 (5,2%) dizem que não votarão em nenhum dos dois concorrentes.
Na questão “estimulada” a diferença entre Zalene e Uliano é um pouco maior: 3,6%. Ela levou 41% (205) das intenções de voto, enquanto ele obteve 37,4% (187) votos. Neste caso, a quantidade de eleitores declaradamente indecisos é 7,8% menor que na pergunta anterior. Ou seja: 80 pessoas (16%) ainda não escolheram candidato. Outros 5,6% (ou 28 eleitores) dizem que não votarão em nenhum dos concorrentes (0,4% maior que na pergunta anterior).
Enquanto os dois candidatos aproveitarão para ir atrás dos eleitores indecisos hoje a amanhã, antevéspera da eleição suplementar, existe um outro número a ser considerado também. Dos 500 entrevistados, 150 (30%) dizem que poderão mudar o voto até o dia do pleito. Já outros 350 (70%) garantem que já escolheram se votarão na dupla Zalene e Charles ou em Vânio e Valberto.

A pesquisa

A pesquisa eleitoral feita para o Notisul por uma equipe especializada do Instituto de Pesquisas Catarinense (IPC), de Criciúma, está em conformidade com o artigo 33 da lei 9.504 de 30 de setembro de 1997 e a resolução 22.623/2007 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A coleta de dados foi feita nesta terça e quarta-feira com 500 pessoas. A margem de erro máxima é de 4,3% (tanto para mais quanto para menos). O pedido de registro da pesquisa foi protocolado na 44ª Zona Eleitoral sob o número 11133/2009 e registrada com o número 1057/2009, no último sábado. A pesquisa publicada hoje pelo Notisul é a mais atual desta eleição municipal.

Mais informações sobre a pesquisa na coluna ‘Contexto’ no site do Notisul.

Pesquisa e enquete

Ontem, dezenas de leitores de Braço do Norte ainda manifestaram dúvidas sobre a enquete no site do Notisul. Como devidamente explicado abaixo dos ícones para o voto, enquete não é pesquisa eleitoral, depende da participação espontânea dos interessados e a mobilização dos partidos reflete no resultado…

Critérios científicos

Já a pesquisa publicada na edição de hoje (veja nota principal da coluna e a página 4) tem critérios científicos, foi realizada por um instituto sério e com experiência na área. Foi estratificada por bairros, de acordo com o percentual de eleitores de cada um…

Indecisos

O número de eleitores indecisos na pesquisa Notisul/IPC apontou 23,80% na espontânea e 16% na estimulada. Dados para as duas coligações refletirem, “correrem” atrás de quem ainda não se decidiu. O quadro é bem diferente do de outubro do ano passado. A frase é óbvia, mas o resultado mesmo só nas urnas domingo.

Fonte: Notisul – www.notisul.com.br

Ademir Matos é ameaçado de morte

Conforme o boletim de ocorrência registrado na Delegacia de Polícia Civil, dois homens em um carro branco apontaram uma arma para o político.

Wagner da Silva
Braço do Norte

O ex-secretário de desenvolvimento regional em Tubarão, Ademir da Silva Matos (PMDB), passou por momentos de tensão, ontem à tarde, em Braço do Norte. O marido da candidata à prefeita, Zalene Niehues Matos (PMDB), foi ameaçado de morte. O fato foi registrado na Delegacia de Polícia Civil da cidade.
Muito assustado e nervoso, Ademir conta que, por volta de 13h45min, saía de casa em seu carro quando foi abordado por outro veículo, um Gol branco, com películas escuras nos vidros. Dois homens pediram para ele parar o carro. “Achei que fosse alguém querendo falar comigo. Mas, ao abrir o vidro, percebi que se tratava de outra coisa”, relata.
Segundo Ademir, o caroneiro lhe apontou um revólver cromado. “Ele disse para eu não sair de casa senão iria engolir uma jabuticaba. Fiquei assustado e acelerei o carro. Não pensei em nada, muito menos de anotar a placa”, detalha. Mesmo após o ocorrido, ele e a esposa seguiram a programação de campanha na tarde de ontem. “Não vou me intimidar com isso. O povo é quem define o voto. Este acontecimento só deu mais vontade de trabalhar. Só que agora com mais cuidado”, pontua.
Uma equipe de investigação, formada por policias civis e militares, fez buscas nas ruas, mas os autores do atentado não foram identificados. O caso continuará a ser investigado pela polícia.

Fonte: Notisul – www.notisul.com.br

Cinco municípios pedem desligamento da Amurel

TUBARÃO – A reunião para eleger o novo presidente da Amurel (Associação dos Municípios da Região de Laguna) foi marcada por uma surpresa na tarde de ontem, em Tubarão. Enquanto aguardavam a aclamação da única chapa inscrita para disputar a direção da casa, os presentes foram comunicados pela colega Leonete Loffi (prefeita de São Martinho) _ que ocupava a presidência desde 2 de janeiro deste ano _ de que cinco municípios haviam pedido desfiliação temporária da entidade.

Ficam fora das decisões da Amurel, até que os prefeitos (todos do PMDB) decidam quando devem retornar: Gravatal, São Ludgero, Capivari de Baixo, Jaguaruna e Grão-Pará. Os motivos da atitude conjunta não foram relatados nos documentos, enviados de forma individual através de cartas. O presidente eleito, José Roberto Martins (PSDB), de Imbituba, da chapa “Amurel em Desenvolvimento”, falou sobre a desfiliação, mas se ateve às questões ligadas à sua futura gestão.

“Minha candidatura não nasceu de uma ação isolada. Não buscamos a presidência a fórceps, todos os passos foram discutidos com todos os prefeitos e eu sempre me mostrei disposto a buscar o consenso”, disse ao iniciar seu discurso, enquanto pedia a colaboração dos colegas para tentar trazer os municípios desfiliados de volta.

“Fui pego de surpresa, porque em nenhum momento foi expressada por eles essa intenção, mas entendo isso como represália à minha candidatura. É uma ação orquestrada. Onde há orquestra, há maestro, e precisamos descobrir isso. O certo é que a Amurel perde com essa desagregação, mas estes cinco municípios perdem muito mais. Vou conversar individualmente com cada um dos prefeitos e buscar a unidade”, disse Beto.

Forças – O deputado estadual Joares Ponticelli (PP) esteve presente à reunião e manifestou sua opinião a respeito dos desligamentos temporários. “Espero que o novo presidente consiga contornar a situação e trazer esses municípios de volta. Não é hora de dividirmos forças e isso fica claro que está acontecendo, porque os cinco prefeitos pertencem ao mesmo partido. A Amurel tem feito um grande trabalho na solução de problemas microregionais e quem perde com isso são os municípios”, destacou.

Edinho Bez defende acordo pela presidência

TUBARÃO – Ao chegar à reunião que elegeu Beto Martins presidente da Amurel, Célio Antônio (PT), prefeito de Laguna, afirmou saber de uma articulação feita pelos cinco prefeitos, antes mesmo da eleição de ontem. “Eles já haviam se reunido antes e articulado o desligamento, caso não houvesse uma composição de chapa. Quem me falou foi o próprio deputado federal Edinho Bez (PMDB), durante o Carnaval”, garantiu.

Edinho Bez reagiu com veemência às declarações. “Quem citou meu nome é um irresponsável. Tivemos uma reunião em Gravatal com os prefeitos do partido e uma das pautas era a Amurel. O PMDB tem a maior representatividade no Estado e nada justifica que fiquemos fora desse processo. Conversei com o Beto e ele disse que não haveria problema em fazermos um acordo. Depois voltou atrás. Faríamos duas chapas e teríamos um ano para cada uma”, explicou o deputado.

Segundo ele, com a quebra do acordo, não havendo outra chapa, os representantes do PMDB não compareceriam à eleição e se licenciariam por um ano da Amurel, aguardando uma possível conciliação. “Proponho que façamos nova eleição, o Beto continua na presidência e depois de um ano nosso representante assume para mais 12 meses. Caso não haja o compromisso de nos deixarem participar do processo, estamos fora. Estamos abertos a um acordo, mas é preciso que respeitem o PMDB e que prevaleça a força do partido”, encerrou.

Planos – Centrado em suas ações, Beto Martins comunicou seus planos aos presentes logo após a aclamação da chapa. “Quero criar ferramentas de gestão para auxiliar os prefeitos, especialmente os que estão no primeiro mandato. Também farei um esforço junto às entidades bancárias que financiaram obras nos nossos municípios para que estendam os prazos de pagamento, dando mais fôlego às administrações, e esses recursos colocados na economia da região. Quero fazer uma gestão de grupo e espero que vocês (prefeitos) me ajudem a superar essa dificuldade (desfiliação), e possamos caminhar juntos com os mesmos objetivos”, encerrou o presidente.

Fonte: Diário do Sul – www.diariodosul.com.br

TRE nega impugnação e eleição será domingo

BRAÇO DO NORTE – A eleição para a prefeitura de Braço do Norte neste domingo está confirmada. O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRESC) realizou ontem uma sessão extraordinária para julgar um recurso eleitoral referente ao pleito. O recurso interposto pela Coligação “Com a força do povo” (PMDB/DEM/PTB/PDT/PRB/PPS/PSB), encabeçada por Zalene Matos (PMDB) e Charles Bianchini (DEM), que pretendia impugnar o registro da candidatura a prefeito de Vânio Uliano (PP) e Valberto Michels (PT), foi indefirido por unanimidade. Desta forma, as candidaturas de Vânio e Valberto seguem na disputa.

Da decisão do TRESC cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o que não interfere na realização da eleição marcada para o próximo domingo. A assessoria da coligação de Zalene e Charles já anunciou que não recorrerá da decisão e desistirá da impugnação dos adversários. Uma outra ação, porém, ainda desafia a validade do pleito: um pedido de impugnação na via inversa: partindo da coligação de Vânio e pedindo a impugnação de Zalene, alegando abuso do poder político durante a visita do governador Luiz Henrique da Silveira à cidade, na semana passada.

A coligação de Zalene alegou que houve extemporaneidade na realização da convenção partidária do PP que escolheu Vânio Uliano como cabeça de chapa pela coligação "Braço do Norte em boas mãos" (PP/PT/PR). A tese para impugnação é de que Vânio teria concedido entrevista afirmando que a convenção havia sido deixada em aberto no dia 1º (um domingo, data-limite para realização de acordo com a Resolução) para que se efetivasse apenas no dia seguinte. A coligação ainda sustenta que Vânio se desincompatibilizou a destempo, ou seja, mais de 24h após a sua escolha em convenção, da presidência da Cooperativa de Eletrificação Rural (Cerbranorte).

A relatora do recurso, juíza Eliana Paggiarin Marinho, disse que os documentos acostados aos autos (ata da convenção partidária do PP e protocolo de desincompatibilização de Uliano da direção da Cooperativa de Eletrificação Rural) são provas seguras de que os prazos legais para a escolha em convenção dos candidatos, bem como da necessária desincompatibilização, foram cumpridos. Eliana acrescentou que, ao contrário, as provas produzidas pela coligação recorrente não têm robustez.

A nova eleição em Braço do Norte foi necessária em vista da anulação dos votos do candidato mais votado em 5 de outubro de 2008, Ademir da Silva Matos, que obteve mais de 50% do total de votos na eleição, mas teve seu registro de candidatura indeferido em virtude de sentença transitada em julgado por apropriação de bens e recursos públicos.

Fonte: Diário do Sul – www.diariodosul.com.br

Informe Stylo FM

Dia 2 de março estréia na Stylo Fm, Leão Lobo no programa Almanaque, apartir das 10 da manhã. Além do Leão Lobo, quem estréia tambem é a turma do Café com Bobagem, muito conhecido no Brasil, por participarem da Praça é Nossa.

08/03/2009 – Circuíto energético

Evento:  Circuíto energéticoAtrações:  Lava car Sexy e Teto Fernandes AcústicoLocal:  CDL (Braço do Norte)Inicio:  15:00 hs

07/03/2009 – Circuíto energético

Evento:  Circuíto energéticoAtrações:  Show de Performances, cartão Postal, Os Sócios e Dj renatinhoLocal:  CDL (Braço do Norte)Inicio:  23:00 hs

06/03/2009 – Circuíto energético

Evento:   Circuíto energéticoAtrações:  Tequila Show Dj´s Anderson Giriba (bali Hai) e RenatinhoLocal:  CDL (Braço do Norte)Inicio:  23:00 hs

01/03/2009 – Baile da melhor idade

Evento:  Baile da melhor idadeAtrações:  Os CampesinosLocal:  Arco Íris danceteriaInicio:  19:00 hs

28/02/2009 – Noite Havaiana

Evento:  Noite HavaianaAtrações:  Dj´s Rod BN, Rubinho e Cartão PostalLocal:  Zula´s bar e boateInicio:  23:00 hs

27/02/2009 – Baile da melhor idade

Evento:  Baile da melhor idadeAtrações:  Grupo BailaçoLocal:  Arco Íris danceteriaInicio:  22:00 hs

Fonte: Stylo FM – www.stylofm.com.br

TRE julga hoje pedido de impugnação de Vânio

BRAÇO DO NORTE – Os pouco mais de 21 mil eleitores de Braço do Norte vão às urnas no domingo para encerrar o seu mais complexo processo eleitoral. Antes disso, porém, a expectativa cerca as duas coligações inscritas hoje, quando o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) julga recurso interposto pela coligação que apóia Zalene Matos (PMDB) pedindo a impugnação da candidatura de Vânio Uliano (PP). Na instância local, o pedido foi negado, mas a coligação de Zalene recorreu e o julgamento é hoje.

O TRE realizará sessão extraordinária hoje para julgar o recurso eleitoral, interposto pela Coligação “Com a força do povo” (PMDB/DEM/PTB/PDT/PRB/PPS/PSB). A relatoria do recurso está a cargo da juíza Eliana Paggiarin Marinho.

A alegação da coligação recorrente é que houve extemporaneidade na realização das convenções partidárias que escolheram Evanísio Uliano (PP) e Valberto Michels (PT) pela coligação “Braço do Norte em boas mãos” (PP/PT/PR), infringindo a Resolução TRESC 7741/2009 que rege o pleito extraordinário no município. A tese para impugnação é de que Evanísio teria concedido entrevista na segunda-feira em que revelava que a convenção havia sido deixada em aberto no dia 1º (um domingo, data-limite para realização de acordo com a Resolução) para que se efetivasse apenas no dia seguinte. O áudio da entrevista foi anexado ao processo.

A coligação ainda sustenta que Evanísio se desincompatibilizou da presidência da Cerbranorte (Cooperativa de Eletrificação Rural) mais de 24 horas após a sua escolha em convenção. Para o juízo eleitoral de primeira instância, ambas as teses não restaram devidamente comprovadas. A 44ª Zona Eleitoral tinha até o dia 16 de fevereiro para julgar processos referentes à eleição suplementar no município.

A nova eleição em Braço do Norte foi necessária em vista da anulação dos votos do candidato mais votado em 5 de outubro de 2008, Ademir Matos (PMDB), que obteve mais de 50% do total de votos na eleição, mas teve seu registro de candidatura indeferido em virtude de sentença transitada em julgado por apropriação de bens e recursos públicos. O comando do Executivo do município é comandado interinamente pelo vereador Ronaldo Fornazza (DEM), eleito presidente da Câmara no dia 1º de janeiro.

Fonte: Diário do Sul – www.diariodosul.com.br

Braço do Norte: Bomba caseira explode em frente de empresa

Polícia Civil investiga a origem do artefato e de onde pode ter sido lançado.

Wagner da Silva
Braço do Norte

A princípio, apenas um susto. Mas a explosão registrada aproximadamente às 19h30min da noite de terça-feira, no centro de Braço do Norte, poderia ter causado estragos inumeráveis. O incidente ocorreu em frente ao prédio da empresa Despachante Uliano, de propriedade Aron Woss Uliano, filho do candidato a prefeito Evanísio Uliano, o Vânio (PP).
Uma bomba de fabricação caseira foi arremessada, aparentemente, contra a edificação e atingiu um carro estacionado em frente ao imóvel. Não houve estragos relevantes no veículo ou na empresa. Ainda não se sabe a origem do artefato, nem de onde foi lançado. A Polícia Civil de Braço do Norte investiga se o fato pode ter sido criminoso.
O proprietário do despachante conta que chegava em casa quando escutou um forte estouro. “Assustei-me com o barulho e chamei a atenção de um morador do meu prédio. Achava que algo poderia ter caído do apartamento dele e pego fogo. Foi quando ele me disse que não havia sido do prédio, mas sim da rua. Ele também não viu de onde foi lançado”, detalha.
Após o incidente, Aron registrou um boletim de ocorrência e preferiu não levantar suspeita sobre a possibilidade de uma ação criminosa. “Não tenho conhecimento de fato parecido. Deixaremos a polícia investigar e explicar o que ocorreu”, resume.

Fonte: Notisul – www.notisul.com.br