Arquivo

Archive for julho \29\UTC 2009

Prefeito recebe comitiva da Amesg

DSC02974 O prefeito de Braço do Norte, Vânio Uliano, recebeu na tarde de ontem, 28, a visita dos prefeitos de São Ludgero, Ademir Gesing (Gogo), de Grão-Pará, Valdir Dacorégio, de Orleans, Jacinto Redivo (Tinto), de Pedras Grandes, Antônio Felipe Sobrinho, além do reitor da Unibave, Celso de Oliveira Souza e dos presidentes das Câmaras de Orleans Osvaldo Cruzetta e de Grão-Pará, Jaime Perin.

Entre os assuntos em pauta o hospital regional e a Associação dos Municípios da Encosta da Serra Geral (Amesg), que tem como sede provisória São Ludgero.

Para o prefeito Vânio, ainda não é hora de mudanças. “Precisamos amadurecer a idéia. Também vou consultar os vereadores e o conselho administrativo, formado por entidades municipais, para saber qual o posicionamento deles, o que pensam sobre este assunto”, disse.

Vânio também se dispôs a participar da reunião que ocorre em Rio Fortuna, com o prefeito Silvio Heidemann, na manhã de sexta-feira, 31.

Assessoria de Imprensa/Publimarketing

Alunos do Radiar Desafio participam de simulado

untitled Os alunos do Radiar Desafio (ensino fundamental) do Radiar Centro Educacional realizaram, na manhã do dia 11 (sábado), o primeiro simulado do ano, referente ao primeiro semestre.

De acordo com a diretora da instituição, Graziane Niehues Felippe, a intenção é que se tenha um melhor acompanhamento do aprendizado de cada aluno e, por consequência, da turma. “Com o simulado avaliamos o aprendizado de determinado período, com isso, poderemos avaliar o andamento das turmas”.

O resultado foi entregue no dia 16, quinta-feira, mesmo dia em de entrega dos boletins.

O simulado teve a participação de 95% dos alunos, que responderam a questões de ciências, geografia, história, espanhol, inglês, português e matemática.

Assessoria de Imprensa

Parlamentar vem a Braço do Norte para falar sobre a nova Lei de Microempreendedor Individual – MEI

O presidente da Frente Parlamentar Mista de Apoio às Micro e Pequenas Empresas da Câmara Federal, deputado Cláudio Vignatti (PT/SC) e agente de articulação do Sebrae da regional de Tubarão, Altair Fiamoncini estarão em Braço do Norte nesta sexta-feira (24) para explicar o funcionamento da nova Lei do Microempreendedor Individual. A promoção é da secretaria de Desenvolvimento Econômico de BN. O evento acontece às 13h30min no auditório do salão paroquial de Braço do Norte. O encontro reunirá secretários municipais, vereadores, contadores, trabalhadores autônomos e lideranças políticas, empresariais e comunitárias da região. A reunião é aberta ao público.

O que é lei

A Lei do Microempreendedor Individual (MEI) entrou em vigor em julho e é a aposta para diminuir a economia informal. Estima-se que cerca de 11 milhões de brasileiros poderão deixar a chamada "economia subterrânea". A medida pretende facilitar o ingresso de profissionais como ambulantes, manicures, pipoqueiros, cabeleireiros, costureiras e sapateiros na economia formal, tendo como incentivo à redução de barreiras burocráticas e um conjunto de estímulos fiscais. A meta do governo é formalizar 1 milhão de pessoas em todo o país até o fim deste ano.

O empreendedor informal com receita bruta anual até R$ 36 mil – R$ 3 mil ao mês, em média – e no máximo um empregado, poderá optar pelo registro de Microempreendedor Individual. Com isso, ele terá os benefícios de uma empresa registrada no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) e pagará a taxa simbólica de R$ 1 de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) – no caso da venda de produtos -, ou R$ 5 de Imposto Sobre Serviços (ISS). Além disso, se fizer a contribuição mensal de R$ 51,15 ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), o trabalhador terá acesso a direitos como aposentadoria, auxílio doença, salário maternidade, pensão por morte e auxílio reclusão.

O microempreendedor individual também terá reduzido de 26% para 3% o recolhimento de encargos trabalhistas sobre sua folha de pagamentos.

Benefícios

Entre os benefícios imediatos para o microempreendedor individual está a facilidade no acesso ao crédito. O Banco do Brasil, por exemplo, anunciou que vai abrir uma linha de crédito específica para os MEIs, com um limite mínimo de crédito de R$ 1 mil, que poderá ser movimentado por meio de cartão de crédito. O pagamento poderá ser feito em até 18 meses com taxa de juros de 2,11% ao mês e carência de 45 dias. Essa será a menor taxa cobrada pelo banco.

O BB também quer oferecer à nova categoria um pacote de serviços por R$ 5 ao mês. Atualmente, o valor mínimo pago por microempresários é de R$ 32.

Contabilidade

Como forma de incentivar a adesão à lei , o registro dos MEIs será feito de forma gratuita pelos escritórios de contabilidade. A legislação prevê que este serviço deverá ser prestado como contrapartida por empresas que optaram pela Lei Geral da Micro e Pequena Empresa.

Em todo o Brasil, são mais de 20 mil escritórios obrigados a fazer o registro e a primeira declaração anual dos MEIs sem custos.

Assessoria de Imprensa/Publimarketing

Prefeito de Braço do Norte recebe projeto de pavimentação da Estrada do Pinheiral

O prefeito de Braço do Norte recebeu hoje à tarde (28) o projeto de pavimentação da Estrada do Pinheiral, rodovia municipal que liga Braço do Norte a Rio Fortuna. O projeto contempla a pavimentação de parte da rodovia – 12, 7 km, do Centro a comunidade do Pinheiral. O engenheiro civil, coordenador do projeto, Everton Bauer e o diretor comercial da empresa Sinaliza, de Florianópolis, vencedora da licitação, entregaram o documento ao prefeito Vânio Uliano. “Precisamos de seis meses, um pouco mais do previsto, mas projetos dessa natureza são assim mesmo. No decorrer dos trabalhos vão surgindo situações inesperadas, como excesso de chuva, tipos de solos ou rochas não previstos e que vão alterando o cronograma”, disse Everton, em relação ao atraso de aproximadamente dois meses na entrega do projeto.
A obra foi orçada em R$ 9.605,173, 52 milhões, cerca de R$ 752 mil por km construído. A previsão de conclusão é de 12 meses, se não houver interrupções por questões orçamentárias. “É um valor considerado na média, para baixo da média, em função de que fizemos o projeto evitando desapropriações, sem terceira pista e com acostamentos de 50 cm, conforme recomendado pelo Governo do estado, em função dos custos”, disse Everton. “Pensamos que o valor chegaria a R$ 12 milhões, pelo que a gente tem experiência de outras obras na região, mas que bom que ficou abaixo”, comemorou o prefeito Vânio.
Em aproximadamente metade dos 12.760 metros de trajeto, nas partes mais povoadas, haverá calçadas laterais de 75 cm de largura, feitas de concreto, em vez do acostamento. Não houve necessidade de construção de pontes elevadas (terá somente dutos, de diâmetro estabelecidos de acordo com a precipitação pluviométrica local), nem a necessidade de remoção de casas ou desapropriação.
O diretor Geral da SDR de Braço do Norte, Osvaldo Balbino, representando o secretário Gelson Padilha, e o gerente de Infra-estrutura, Richard Botega, também estavam presentes. Os vereadores Cleber da Silva (PP) e Nivaldo Rikcen (PMSD) prestigiaram o ato.
O projeto será levado à reunião do Conselho de Desenvolvimento Regional, que acontece em São Ludgero, sexta, às 15h, no auditório do Samae. Na reunião, além dos detalhes do projeto, será discutida a questão da municipalização ou da estadualização da rodovia.

Assessoria de Imprensa/Publimarketing

Technorati Marcas: ,

Município de Braço do Norte busca impulsionar piscicultura

A piscicultura já é uma fonte de renda significativa na economia agrícola de Braço do Norte, mas a administração municipal acredita que é possível – e necessário – impulsionar ainda mais o setor. Para isso, o primeiro passo, além de ter um projeto de desenvolvimento é necessário ouvir a parte mais interessada; os piscicultores.Amanhã à noite, às 19h30, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo de BN, Murilo Bitencourt, se reúne com produtores do município para debater sobre o setor. O evento ocorre no Pesque e Pague Borghetti, na localidade de Represa. No encontro, também será tratado o Seminário de Pesca, que acontece no dia 14 de agosto, com a presença do ministro da Aqüicultura e Pesca, Altemir Gregolim.

Assessoria de Imprensa/Publimarketing

Prefeitura de Braço do Norte convida sociedade para conhecer melhor a nova Lei de Microempreendedor Individual – MEI

O agente de articulação do Sebrae da regional de Tubarão Altair Fiamoncini e o deputado federal Cláudio Vignatti (PT/SC) são os palestrantes do encontro para tratar da nova Lei do Microempreendedor Individual que a secretaria de Desenvolvimento Econômico de BN e o Sebrae promovem no próximo dia 24, em Braço do Norte. O evento acontece às 13h30min no auditório do salão paroquial de Braço do Norte. “A nova lei do micro-empreendedor é um avanço para a categoria e também é benéfica aos municípios”, defende o secretário de Desenvolvimento Econômico, Murilo Bitencourt.

O que é lei

A Lei do Microempreendedor Individual (MEI) entrou em vigor em julho e é a aposta para diminuir a economia informal. Estima-se que cerca de 11 milhões de brasileiros poderão deixar a chamada "economia subterrânea". A medida pretende facilitar o ingresso de profissionais como ambulantes, manicures, pipoqueiros, cabeleireiros, costureiras e sapateiros na economia formal, tendo como incentivo à redução de barreiras burocráticas e um conjunto de estímulos fiscais. A meta do governo é formalizar 1 milhão de pessoas em todo o país até o fim deste ano.

O empreendedor informal com receita bruta anual até R$ 36 mil – R$ 3 mil ao mês, em média – e no máximo um empregado, poderá optar pelo registro de Microempreendedor Individual. Com isso, ele terá os benefícios de uma empresa registrada no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) e pagará a taxa simbólica de R$ 1 de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) – no caso da venda de produtos -, ou R$ 5 de Imposto Sobre Serviços (ISS). Além disso, se fizer a contribuição mensal de R$ 51,15 ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), o trabalhador terá acesso a direitos como aposentadoria, auxílio doença, salário maternidade, pensão por morte e auxílio reclusão.

O microempreendedor individual também terá reduzido de 26% para 3% o recolhimento de encargos trabalhistas sobre sua folha de pagamentos.

Benefícios

Entre os benefícios imediatos para o microempreendedor individual está a facilidade no acesso ao crédito. O Banco do Brasil, por exemplo, anunciou que vai abrir uma linha de crédito específica para os MEIs, com um limite mínimo de crédito de R$ 1 mil, que poderá ser movimentado por meio de cartão de crédito. O pagamento poderá ser feito em até 18 meses com taxa de juros de 2,11% ao mês e carência de 45 dias. Essa será a menor taxa cobrada pelo banco.

O BB também quer oferecer à nova categoria um pacote de serviços por R$ 5 ao mês. Atualmente, o valor mínimo pago por microempresários é de R$ 32.

Contabilidade

Como forma de incentivar a adesão à lei , o registro dos MEIs será feito de forma gratuita pelos escritórios de contabilidade. A legislação prevê que este serviço deverá ser prestado como contrapartida por empresas que optaram pela Lei Geral da Micro e Pequena Empresa.

Em todo o Brasil, são mais de 20 mil escritórios obrigados a fazer o registro e a primeira declaração anual dos MEIs sem custos.

Assessoria de Imprensa/Publimarketing

Representantes de Braço do Norte participam de encontro estadual de agricultura

O diretor de Meio Ambiente da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Braço do Norte, Diogo Schotten Becker, representará o secretário da pasta, Adir Engel, no 3º Seminário de Secretários e Técnicos Municipais de Agricultura do Estado de Santa Catarina, que ocorre nos dias 21 e 22 (terça e quarta-feira), em Curitibanos, na região Serrana.

O evento é promovido pela Federação Catarinense de Municípios (Fecam), em parceria com o Conselho de Secretários Municipais de Agricultura de Santa Catarina (Consasc) e tem por objetivo discutir e analisar os principais temas do setor sob ótica dos técnicos e agentes públicos que atuam no dia-a-dia da agropecuária estadual.

Entre os temas que serão abordados estão o Projeto Microbacias 3, previsão de safras e sustentabilidade.

O encontro acontece no Auditório da Universidade do Contestado (UNC), situado à Avenida Leoberto Leal, 1904, no Bairro Universitário Waldemar Ortigari, em Curitibanos. O telefone para mais informações é o (49) 3245-4100.

Assessoria de Imprensa/Publimarketing