Arquivo

Posts Tagged ‘Luiz Kuerten’

Prefeitura de Braço do Norte: PMDB tenta cassar mandato de Vânio

O argumento utilizado pelo PMDB é que há provas de compra de votos.

Wagner da Silva
Braço do Norte

A conclusão de quatro inquéritos policiais, sobre compra de votos, motivou a coligação “Com a força do povo”, formada por PMDB, DEM, PTB, PDT, PPS, PSB e PRB, partidos derrotados na última eleição a entrar com recurso contra a expedição da diplomação dos candidatos, Evânisio Uliano, o Vânio (PP), e seu vice, Valberto Wiggers Michels (PT).
A ação foi registrada na última segunda-feira e pede ainda a cassação do mandato do prefeito e vice, eleitos na eleição suplementar realizada no último dia 1º. Segundo o advogado de acusação, Cristian Uliano Perin, a ação foi baseada no resultado das investigações. “Trabalhamos com o resultado das investigações policiais e as observações feitas pelos delegados, que reuniram provas e assim entramos com a ação”, declara o advogado.
O processo deverá ser enviado diretamente ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em Florianópolis, onde deverá ser julgado. Até o momento, o advogado de defesa da coligação “Braço do Norte em boas mãos”, formada pelo PP e PT, Valmir Meurer Isidoro informa que não houve nenhuma intimação. “Desconhecemos qualquer tipo de ação contra o candidato eleito. Se ocorrer, faremos a defesa necessária. Lamentamos, porém, a atitude antidemocrática dos adversários que não aceitam o resultado expressado. É uma falta de respeito com o povo”, afirma Valmir.

Fonte: Notisul – www.notisul.com.br

Coligação alega compra de votos e busca impugnação de Vânio

BRAÇO DO NORTE – Quem pensa que a disputa judicial pela prefeitura de Braço do Norte está encerrada pode estar enganado. Na semana passada a coligação “Com a força do povo”, encabeçada por Zalene Matos (PMDB) e Charles Bianchini (DEM), ingressou com um recurso junto à Justiça Eleitoral contra a expedição dos diplomas de prefeito e vice a Vânio Uliano (PP) e Valberto Michels (PT), eleitos na eleição suplementar de 1º de março e empossados na segunda-feira passada. A chapa derrotada no pleito alega compra de votos. O texto do recurso traz quatro inquéritos policiais concluídos na cidade em que foi constatado crime eleitoral, segundo o advogado da coligação peemedebista, Cristian Uliano Perin _ curiosamente, com o sobrenome em comum com o prefeito contra quem a ação é movida. “Foram quatro inquéritos concluídos. Entendemos que isto compromete o resultado e estamos na expectativa da impugnação da chapa. Neste caso, assumiria a segunda colocada”, explicou Cristian. O caso será julgado diretamente pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), sem passar pela instância municipal. Com isso, existe a expectativa de uma definição relativamente rápida, mas que não deverá acontecer em menos de 25 dias _ contados a partir da entrada do recurso, na segunda-feira passada. Enquanto isso, Vânio segue governando normalmente a cidade. Secretariado – Alheio à polêmica, Vânio revelou em entrevista coletiva na sexta-feira o nome de sete dos oito secretários de sua equipe de governo: na secretaria de Saúde, Lúcia Terezinha Giordani Volpato, a Zinha (sem partido); na secretaria de Educação, Cultura e Desporto, Cristini Kuerten Maia (PP); na secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Murilo Bitencourt (PT); na secretaria da Família, Otília Meurer Dandolini (PSDB); na secretaria de Governo e Cidadania (Planejamento), André Leandro Richter (PSDB); na secretaria da Agricultura, Adir Engel (DEM); na secretaria de Transporte e Obras Viárias, Moisés Nazário (PP); na secretaria de Assistência Social, Francisca Leonel, a Quinha (PP). O supervisor-chefe do Departamento de Finanças será Valério Perin (PP) e a chefia de gabinete ficou para Jaqueline Niehues (PP), que também responderá interinamente pela secretaria de Administração e Fazenda.

Fonte: Diário do Sul – http://www.diariodosul.com.br

Braço do Norte: Cortes nos gastos da prefeitura serão feitos

A afirmação é do novo prefeito de Braço do Norte, Uliano Evanísio (PP).

Wagner da Silva
Braço do Norte

Após a análise superficial sobre a arrecadação e os gastos da administração de Braço do Norte, o prefeito Evanísio Uliano, o Vânio (PP), está assustado com os números, que mostram um déficit mensal de mais de R$ 400 mil.
A queda na arrecadação devido à crise que afeta o município e o excesso de contratações foram os pontos destacados pelo prefeito para que o município chegasse a números negativos.

Atitudes serão tomadas após o anúncio dos nomes dos secretários que assumirão as pastas da saúde, educação, transporte e obras e agricultura, consideradas as mais importantes para o andamento dos trabalhos. A definição deve ocorre amanhã. “Após nomear, os secretários irão avaliar e divulgar um diagnóstico da situação real da pasta para iniciarmos com a tomada de medidas”, ressalta.

Para mudar esta realidade, o prefeito afirma que tomará medidas que podem desagradar. “Algumas não são simpáticas, mas necessárias para reverter o atual quadro financeiro”, avalia Vânio. Ele também se mostrou assustado com o número de licenças médicas. “Em 60 dias, foram mais de 550. É praticamente metade do número de funcionários. Um absurdo!”, destaca.

Prefeituras renegociarão dívidas com o Badesc

Uma das medidas para garantir menor despesa aos cofres do município será tomada amanhã pelo prefeito de Braço do Norte, Evanísio Uliano (PP), o Vânio, que junto com outros administradores públicos, segue com uma comitiva liderada pelo presidente da Amurel, José Roberto Martins, da Amurel, até a sede da Agência de Fomentos do Estado de Santa Catarina (Badesc), em Florianópolis. O objetivo é a renegociação das dívidas das prefeituras com o órgão estatal.

A dívida do principal município do Vale chega a R$ 1,3 milhão. Entre os prefeitos, há também quem pretenda aderir a novos financiamentos. “A situação é preocupante, em virtude da receita de Braço do Norte em queda, a exemplo de outros municípios. Uma repactuação desse financiamento daria um fôlego nesse momento difícil, de crise”, justifica.

Braço do Norte adquiriu um financiamento junto ao Badesc ano passado de R$ 950 mil, sendo que, outros R$ 400 mil em contrapartida para a pavimentação asfáltica de sete ruas. Deste valor, aproximadamente R$ 135 mil foram pagos. O restante deve ser pago nos próximos 21 meses.

Fonte: Notisul – www.notisul.com.br

Braço do Norte: Evanísio Uliano assume a prefeitura

Ele e o vice, Valberto Wiggers Michels, enfatizaram o compromisso com a população durante a cerimônia de posse, ontem de manhã, no Clube Cruzeiro.

Wagner da Silva
Braço do Norte

O prefeito eleito em Braço do Norte no último dia 1º, Evanísio Uliano (Vânio – PP), e o vice Valberto Wiggers Michels (PT) foram empossados na manhã de ontem, no Clube Cruzeiro. Um grande público, inclusive com deputados estaduais e federais e lideranças regionais, compareceu à cerimônia.
O prefeito enfatizou o compromisso com o município. ”Desejo dar sequência aos projetos iniciados e corrigir outros. Propomos uma ação ética, pelo desenvolvimento, justiça social e pela solidariedade, com uma situação responsável e oposição vigilante”, ressaltou.
Entre os pontos a serem mudados no município, Vânio expôs os que devem ser melhorados, como a saúde. “Priorizamos a saúde, o acesso aos hospitais, com respeito pelo cidadão, mas também a sua prevenção. Uma visão moderna de saúde inclui saneamento básico, alimentação adequada e investimentos no esporte”, considerou Vânio.
Sobre o desenvolvimento e justiça social, ele colocou como foco a educação. “A escola precisa voltar a ser o centro do processo do ensino, lugar de convivência, participação de pais, professores e alunos. Destacamos ainda o combate ao desperdício e às fraudes, além de buscar investimentos para criar oferta de emprego e trazer desenvolvimento”, garantiu.
Vânio ainda acrescentou. ”Sem arrogância, dizemos este município vai cada vez mais dar certo. Com os braçonortenses dividiremos decisões com responsabilidade, por uma sociedade mais justa”. Ele lembrou Dom Elder Câmara. “Quando sonhamos sozinhos é só um sonho, mas quando sonhamos juntos é o começo de uma nova realidade”. “Que Deus não me deixe faltar força ou discernimento para responder as expectativas do povo de Braço do Norte”, finalizou emocionado.

Ronaldo Fornazza entrega prefeitura com R$ 2 milhões

Após a cerimônia de posse, ontem de manhã, o prefeito Evanísio Uliano (Vânio – PP) e o vice Valberto Wiggers Michels (PT) foram encaminhados ao novo posto. Ao assinar a ata de transmissão de cargo, os dois souberam que no caixa da prefeitura há cerca de R$ 2 milhões, deixados pelo prefeito interino Ronaldo Fornazza (DEM) e por Luiz Kuerten.
“Agradeço a todos os que estiveram ao meu lado, funcionários e secretários que confiaram em mim e aceitaram estar ao meu lado neste curto período. Estou contente ao entregar a prefeitura com dinheiro em caixa”, ressaltou Fornazza.
Vânio acrescenta: “Mesmo com uma alta folha de pagamentos e a arrecadação em queda, devemos encarar como desafio e, dentro das dificuldades, criaremos alternativas. A cidade espera muito deste governo e temos que governar com responsabilidade. Pedimos paciência para que possamos estudar, fazer uma administração embasada com consciência”, complementa.

Fonte: Notisul – www.notisul.com.br

Presidente da Amurel prestigia posse de Vânio Uliano

imagem

O presidente José Roberto Martins(direita) conversa com o prefeito Vânio Uliano (esquerda) minutos antes da cerimônia de posse

O presidente da Associação de Municípios da Região de Laguna- Amurel, José Roberto Martins compareceu às solenidades de posse e transmissão de cargo do prefeito eleito de Braço do Norte Vânio Uliano e do vice-prefeito Valberto Michels, nessa segunda de manhã, no Clube Cruzeiro, em Braço do Norte.
Com a posse como prefeito do município, Vânio também herdou o cargo de conselheiro fiscal na diretoria da Amurel, antes ocupado pelo prefeito interino Ronaldo Fornazza. Ronaldo retomou a presidência da Câmara de Vereadores.

Fonte: Assessoria de Imprensa – Amurel

Fotos posse Vânio e Valberto

Vânio assume prefeitura e fala em usar recursos públicos com racionalidade

a  a_003 a_004 a_005

O prefeito Evanísio Uliano (Vânio) e vice-prefeito Valberto Michels assumiram hoje (16) o comando da administração municipal de Braço do Norte, em solenidade marcada pela emoção durante o discurso de Vânio e pela maciça presença de autoridades que vieram prestigiar a posse. “Vânio tem sangue cooperativista, por isso fiz questão de vir dar um abraço nele”, disse o deputado federal Odacir Zonta (PP), que também deu uma boa notícia ao novo prefeito: “Quero me comprometer aqui e garantir que, daquilo que me cabe como deputado, em valor de emendas, para Braço do Norte não virá menos do que R$ 3 milhões”, disse.

O deputado estadual Joares Ponticelli (PP) também ratificou promessas feitas durante a campanha de Vânio. “Quero dizer a todos os presentes que minha bancada se empenhará no que for possível para trazer recursos do Estado e federais, mas também cobraremos as promessas que o governador Luiz Henrique fez durante a campanha da adversária, especialmente o asfalto do Pinheiral”, lembrou Ponticelli, aplaudido pela multidão que lotou o Clube Cruzeiro.

O vice-prefeito Valberto Michels agradeceu o empenho de todos durante o período eleitoral. “Agradeço a equipe que caminhou e sonhou junto um sonho que começamos a realizar hoje. Agradeço também ao Vânio pela confiança e aceitação de meu nome como seu vice, mas agradeço aos braçonortenses que nos receberam com tanto carinho e acreditaram nas nossas propostas e tornaram possível nossa vitória” lembrou.

Enquanto conseguiu conter a emoção, Vânio disse que pretende administrar com racionalidade e cautela. “Estamos num período difícil, de queda de arrecadação e de aumento de gastos. É preciso muito cuidado com os gastos do dinheiro público. Precisamos reduzir despesas. Mas tenho certeza que eu e minha equipe faremos valer a vontade dos cidadãos de Braço do Norte”, disse. Depois, quando tentava agradecer a todos pelo envolvimento na campanha eleitoral, à família e ao eleitor, pela confiança, Vânio interrompeu várias vezes o discurso, com a voz embargada pela emoção.

Estiveram presentes também os deputados estaduais Valmir Comin (PP) e Dirceu Dresch (PT), a presidente estadual do PT Luci Choinacki, Raul Lino da Silva Filho, representando o deputado Décio Góes, o presidente da Amurel, Beto Martins, o secretário de desenvolvimento regional da SDR de Braço do Norte, Gelson Padilha, o prefeito interino RonaldoFornazza, os vereadores e dezenas de prefeitos e vices da região sul do Estado.

Na transmissão de posse, já na prefeitura, Ronaldo Fornazza entregou os documentos necessários e a chave simbólica da prefeitura. “Quero te comunicar que recebi do prefeito Luiz Kuerten cerca de R$ 2 milhões em caixa e estou te entregando R$1.990 milhão”, revelou.

Vânio Uliano ainda não definiu nenhum nome de sua equipe de governo, mas prevê que isso deve ocorrer ao longo desta semana.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Publimarketing